Artigos

Os Cavaleiros de São João de Jerusalém como ONG prototípica

Os Cavaleiros de São João de Jerusalém como ONG prototípica


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Os Cavaleiros de São João de Jerusalém como ONG prototípica

Por Ryan Chen-Wing

Tirésias, Vol.1 (2012)

Resumo: Embora o termo organização não governamental e sua definição sejam modernos, os traços comuns das ONGs hoje podem ser encontrados nos equivalentes da época medieval. Os Cavaleiros de São João de Jerusalém operavam como uma organização não governamental transnacional prototípica por causa de suas missões sociais, seu serviço altruísta e sua relativa autonomia dos poderes governantes.

Introdução: Os Cavaleiros de São João de Jerusalém têm suas raízes em um hospital na Terra Santa. O grupo cresceu e ganhou legitimidade como uma ordem sagrada na época medieval. Além de tratar os enfermos, eles ofereciam conforto, protegiam os peregrinos e lutavam como uma ordem militar de cavaleiros. Esta organização medieval com uma missão de caridade exibe os traços distintivos de uma ONG moderna. O termo organização não governamental é aceito e amplamente utilizado hoje. Ele aparece na Carta das Nações Unidas e é usado por outros organismos internacionais. O Banco Mundial define as ONGs por três qualidades principais: que são "baseadas em valores", que "são guiadas pelos princípios de altruísmo e voluntariado" e que "operam independentemente do governo". Embora o termo organização não governamental e sua definição sejam modernos, as qualidades comuns das ONGs hoje podem ser encontradas nas analogias medievais. Neste artigo, mostrarei como os Cavaleiros de São João, os Cavaleiros Hospitalários, operavam como uma organização não governamental transnacional prototípica. Os Cavaleiros Hospitalários operavam além das fronteiras e sua organização se encaixa na definição com suas missões sociais, seu serviço altruísta e sua relativa autonomia dos poderes governantes.

Este ensaio cobrirá os séculos 12 e 13, desde o reconhecimento oficial da Ordem até sua expulsão da Terra Santa. Vou tirar exemplos de toda a cristandade, mas principalmente de Jerusalém e dos estados cruzados, que eram o centro geográfico das atividades dos cavaleiros para servir aos peregrinos que estavam retornando à terra original de sua fé. Discutirei os antecedentes da ordem, incluindo os primeiros hospícios conhecidos na Terra Santa e como eles levaram à fundação dos Cavaleiros de São João. Discutirei como suas operações eram internacionais e se encaixavam em cada uma das três partes da definição de missão, serviço e independência. Na discussão da missão social, tratarei também da questão do serviço militar e de como o fato de os cavaleiros serem soldados não os desqualifica para serem ONGs no contexto medieval.


Assista o vídeo: CALABOUÇO DO VASCO DA GAMA RIO DE JANEIRO (Julho 2022).


Comentários:

  1. Pasquale

    Isso junto. Este foi e comigo. Podemos nos comunicar sobre este assunto.

  2. Halbert

    Eu gostei! Eu pego ....)))))))

  3. Doughal

    Absolutamente com você concorda. Parece-me que é boa ideia. Concordo com você.

  4. Mecage

    Que frase necessária... super, ideia magnífica

  5. Twein

    Poucos são capazes de fazer acreditar.

  6. Marq

    Completamente compartilho sua opinião. Nele algo é também para mim sua idéia é agradável. Eu sugiro levar para a discussão geral.

  7. Dujind

    Eu acho que você enganou.



Escreve uma mensagem